terça-feira, 26 de agosto de 2008

Novelas da Globo são decisivas para a diminuição da população brasileira, apontam estudos

A Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS) apontou que a taxa de maternidade no Brasil caiu a 1,8 filho por mulher. I. é, que a população nem se renova.

O assustador dado foi reforçado por estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), reproduzido pela agência LifeSiteNews. Segundo o BID a queda deve-se à influência da propaganda contra a natalidade veiculada subrepticiamente pelas novelas da TV Globo.

Análogas conclusões apresentaram o britânico Centre for Economic Policy Research e o grupo abortista Population Media Center (PMC).

Este último promove novelas segundo um método que ele chama de “sabido”: de início adota valores pro-família e depois lentamente passa a inocula contra-valores anti-familiares.

Por favor, enviem gratuitamente as atualizações de 'Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião' a meu Email

Incoerência radical: aborto para os humanos e “direitos” para os animais

Chá em favor dos caes, Valores inegociáveis
Na Suíça, que legalizou o aborto, os seres humanos não nascidos valem menos que plantas e animais, segundo a agência LifeSiteNews.

Agora, o Comitê de Ética Federal suíço passou a promover a “dignidade” das plantas. O Parlamento legislou sobre "direitos" dos cachorros, cujos donos terão que fazer um curso teórico e prático de “cuidados caninos” [foto].

Os pescadores deverão fazer uma “pesca humana”, para não “afetar” tanto os peixes. Outro regulamento protegerá os rebanhos dos “maus tratos” de seus proprietários.

Em sentido contrário, foi exemplar a decisão unânime do Congresso de El Salvador, de assinar a declaração “Sim à vida”, que condena o aborto como “crime abominável”. 108 dos 118 legisladores de Honduras assinaram análogo documento.

Realmente certos países do "Primeiro mundo" estão decaindo moralmente para muito mais baixo do que outros ditos, um pouco demagogicamente, de "Terceiro Mundo".

Aos olhos de Deus não tem dúvida qual deles está melhor.

Por favor, enviem gratuitamente as atualizações de 'Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião' a meu Email

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Justiça francesa reconhece direitos da criança abortada


A Cour de Cassation [foto], a mais alta instância jurídica francesa na Justiça Civil, estabeleceu, por meio de três acórdãos, que o bebê nascido sem vida, inclusive após um aborto, pode ser registrado como um ser humano, receber nome de seus pais e beneficiar-se de certos direitos, inclusive o da sepultura.

Este último direito era negado às crianças abortadas, que eram incineradas como matéria desprezível.

Os acórdãos evidenciaram a contradição da lei do aborto com os fundamentos do Direito, e os legisladores foram exortados a sanar essa contradição.

Quanto mais se aprofunda o Direito, mais se patenteia o absurdo legal do massacre dos inocentes.


Por favor, enviem gratuitamente as atualizações de 'Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião' a meu Email

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Governo anuncia preservativos em escolas públicas de todo o Brasil

Nossa Senhora Aparecida, protegei os jovens brasileiros da imoralidade nas escolas. Valores inegociáveis: respeito à vida, à família, à religião
O Ministério da Saúde vai instalar 400 máquinas distribuidoras de preservativos em escolas públicas do País. Elas parecem com máquinas de refrigerante e serão gratuitas.

“A proposta é estimular o comportamento seguro entre os jovens”, explicou Eduardo Barbosa, diretor adjunto do programa nacional de Aids.

Essas escolas mistas onde a disciplina beira níveis anárquicos com essas máquinas não é difícil ver até que degradação podem cair.

O psiquiatra Içami Tiba elogiou a medida porque “rompe a barreira da vergonha. Hoje, os adolescentes não usam o preservativo por falta de intimidade”. De fato, essa medida incita à sem-vergonhice e insinua não estar longe o dia em que os atos públicos libidinosos escancarados serão aprovados ou recomendados.

É a Revolução cultural na escola, a morte de genuína educação e a erradicação mais radical na moral da juventude.

Por favor, enviem gratuitamente as atualizações de 'Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião' a meu Email

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Polícia prendeu militantes provida em Pequim na véspera dos Jogos Olímpicos

Militantes provida presos em Pequim, Pesadelo chinês
A poucas horas do início das Olimpíadas, três militantes provida americanos estenderam uma faixa com o dizer “Cristo Rei” em inglês e chinês, na Praça Tiananmen, em Pequim.

Foram presos imediatamente pela polícia. Eles protestavam pela violação dos direitos humanos no país.

Notadamente pelo aborto forçado em massa e a perseguição religiosa aos cristãos, segundo informou LifeSiteNews.

Sendo estrangeiros, e o fato acontecendo em meio de grande presença de jornalistas, a polícia liberou-os posteriormente. Fossem chineses, sabe Deus em qual campo de “re-educação” iriam a sofrer duras penas durante anos.

A ditadura socialista chinesa está à testa da massacre de inocentes no mundo.

(Fonte: blog Pesadelo chinês)

Por favor, enviem gratuitamente as atualizações de 'Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião' a meu Email

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Uma oração por Marcela... e pelas muitas outras crianças que estão morrendo por causa do aborto

Marcela de Jesus Ferreira segura o terço, Valores inegociáveis
Elevemos a Deus, pelas mãos maternais de Nossa Senhora a onipotência suplicante, uma oração fervorosa pelo repouso eterno da menina Marcela de Jesus Ferreira, que faleceu em 1 de agosto, na Santa Casa de Franca, SP.

Uma oração cheia de confiança!

Porque Marcela nasceu ‒ contrariamente ao que teriam querido os fanáticos do aborto ‒ foi batizada e recebeu um nome de família. Morreu como uma filha de Deus, como uma genuína brasileira.

Nossa Senhora da Proteção, França, Valores inegociáveisA doutrina tradicional e imutável da Igreja Católica nos fornece uma certeza consoladora. Tendo entregado o espírito em tão curta idade, neste instante a alma inocente de Marcela está no Céu, usufruindo dos gáudios inefáveis da bem-aventurança eterna.

E desde lá intercede por todos nós que nos encomendamos a ela.

Marcela tinha um ano e oito meses. Padecia de malformação severa do cérebro e do crânio. Ao nascer, o diagnóstico apontou anencefalia. Morreu de parada cardiorrespiratária. Seu sepultamento foi acompanhado por mil e quinhentas pessoas.

Seu exemplo e da sua valorosa família católica e brasileira animou os defensores da vida. Encorajou-os a lutar com mais ardor para impedir uma campanha reles que visava legalizar o aborto sob pretexto de anencefalia.

Envolvida pelo amor familiar, Marcela viveu muito além do esperado infringindo ao abortismo eficaz desmentido. Os juízes que autorizavam o aborto com pretexto de anencefalia passaram a se retrair vendo o exemplo de vida de Marcela.

Marcela de Jesus Ferreira nos braços da mãe. Valores inegociáveisRezemos pela sua mãe dona Cacilda Galante Ferreira que, ao saber do decesso da sua filhinha, pode afirmar com tranqüilidade de consciência: “estou tranqüila, não triste, pois eu cuidei dela até quando Deus quis”.

Rezemos pelo seu pai Dionísio e seus parentes mais próximos que auxiliaram Cacilda nos seus desvelos para sustentar Marcela até o momento que fechou os olhos para esta terra e os abriu para o Céu.

Velório de Marcela. Valores inegociáveisMas rezemos ‒ e lutemos ‒ de um modo muito especial por todas as crianças que estão em perigo de serem abortadas.

Para que Nossa Senhora afaste o flagelo da matança de inocentes brasileiros que quer se ampliar ainda mais com projetos de lei no Congresso Nacional.

Quantas dessas crianças abortadas são jogadas no lixo hospitalar sem batismo, sem nome, sem nunca poderem dizer que são filhos e filhas da nossa terra brasileira? A pergunta causa horror.

Rezemos, pois, com renovado fervor a Nossa Senhora e aos Santos Inocentes massacrados por ordem do cruel rei Herodes em ódio a Jesus Cristo e que estão nos altares ouvindo nossas preces. Marcela rezará por nós.
Maria Santissma Bambina (Criança), Itália. Valores inegociéveis
Por favor, enviem gratuitamente as atualizações de 'Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião' a meu Email