segunda-feira, 30 de julho de 2007

Populares letões dispersam passeata homossexual

Na primeira marcha denominada de “orgulho homossexual” em Riga, capital da Letônia, os manifestantes homossexuais — por volta de 100 — precisaram fugir de ônibus, face à indignação popular, embora tivessem autorização oficial e grande cobertura policial. A manifestação acabou sob uma chuva de ovos e outros objetos. Os letões estão etnicamente muito divididos, mas o repúdio dessa marcha fez com que os grupos opostos esquecessem suas rivalidades. Muitos políticos mudaram de posição, percebendo o mal-estar da população, e reprovaram aquela manifestação em favor da sodomia, informou o semanário “Baltic Times”. O Cardeal da Letônia, Janis Pujats, qualificou a passeata de “exibicionismo de pecado”, e acrescentou: “Na era soviética enfrentamos o ateísmo que oprimia a religião; agora estamos numa era de ateísmo sexual”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.