segunda-feira, 30 de julho de 2007

Aborto: maior causa de mortalidade na Espanha

O aborto é a maior causa de mortes na Espanha, muito superior às provocadas por acidentes de trânsito, homicídio, suicídio, AIDS, drogas ou doenças. Mata-se uma criança a cada 6,6 minutos. Cada dia, 220 bebês não chegam a nascer. A denúncia é do Instituto de Política Familiar, de Madri. Desde que nova lei foi aprovada na Espanha em 1985, "as mortes por aborto aumentaram de modo vertiginoso", inclusive entre adolescentes, registrou o relatório. Um de cada seis casos de gravidez termina nessa tragédia abominável, mas tal morticínio não impressiona o fanatismo dos que defendem o aborto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.